oalmirante @ 23:51

Ter, 21/12/10

Porto, 21 de Dezembro de 2010

 

No passado dia 16 de Dezembro participei na organização de uma conferência sobre solidariedade. Desta conferência foi retirado um exemplo muito importante (pelo menos para min) para reorientarmos a nossa conduta política. Uma dinâmica muito interessante, que de modo muito sumário consiste em três fases:

 

  1. As pessoas mais desfavorecidas e com sérios problemas sociais deslocam-se a uma instituição que os ajuda a reintegrarem-se de novo na sociedade;
  2. Aprendem a relacionar-se e a prestar um serviço à comunidade que lhes é pago em géneros pela instituição a que pediram auxilio;
  3. Ao aprenderam a desempenharem uma “função” muitos são contratados e aplicam este modo de voluntariado educativo na sua vida.

Ou seja, este género de instituições ensina as pessoas a viver, falamos realmente de um modo de reinserção social, não através de dinheiro, mas com um acompanhamento permanente. Ao que parece esta era a ideia de Pedro Passos Coelho quando propôs ao Parlamento esta dinâmica de “Tributo Social”, que viria a ser chumbada. Com tantos estudos que são elaborados neste país, nunca ouvi falar de um que averigua-se qual a eficácia desta medida e se representaria um corte na má aplicação deste subsídio (RSI). Aguardo por ele, porque a eficácia desta medida está aí!



Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
16
17
18

19
20
22
24
25

27
28
29
31


Espiões
Radar
 
Vídeos

"We shall go on to the end, we shall fight in France, we shall fight on the seas and oceans, we shall fight with growing confidence and growing strength in the air, we shall defend our Island, whatever the cost may be, we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender (...)"

blogs SAPO