oalmirante @ 00:42

Qui, 28/04/11

Ermesinde, 28 de Abril de 2011

 

“A pretensão essencial do fundamentalista é que ele sabe o que é a verdade”. É a primeira frase do segundo capítulo do livro que actualmente estou a ler, A Alma Conservadora, de Andrew Sullivan. O poder desta frase deixou-me enredado numa fé que desconhecia, o ateísmo. Não deixa de ser uma fé, pelo simples motivo que tal como qualquer outra religião nos impõe uma “verdade” que aparentemente não permite a dúvida, e leva-nos a convencer os outros da nossa verdade. O que é uma tendência natural e que tem que ver com o processo de socialização do ser humano.

O ateísmo liberta-nos do fardo de uma conduta escrita num livro e deixa toda a consciência à nossa responsabilidade, não possuímos uma base teológica que condicione entre aquilo, que um livro cheio de incoerências, classifica de bem e de mal. Conquanto, o peso da dúvida é uma “dor” pesada, é consequência de não aderir a algo que nos esclarece o impossível e tranquiliza, quanto ao que virá depois da morte. Porém, as perguntas não deixam de surgir, por muito que acreditemos que tudo não passará de um sono profundo sem sonhos.

Actualmente, e estando esta “fé” muito em voga, não podemos permitir que à semelhança dos grupos extremistas, que têm a sua origem na ameaça que outras culturas fazem à sua própria cultura, como foi o exemplo das fogueiras da inquisição, dos grupos radicais islâmicos, do holocausto e da purga no Partido Comunista Soviético, nos afundemos no nosso próprio fundamentalista.

“A maior parte das pessoas no Ocidente não que acreditar que o fundamentalismo religioso é a força principal por detrás da onda de terror islâmico que se transformou numa praga no mundo do novo milénio. Querem antes acreditar que a sua violência psicótica é consequência de uma distorção da fé fundamentalista, em vez de a ver como a sua consequência extrema e última.”

Uma das pedras basilares da nossa fé é a liberdade e o respeito que temos para com as convicções dos outros.



Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30


Espiões
Radar
 
Vídeos

"We shall go on to the end, we shall fight in France, we shall fight on the seas and oceans, we shall fight with growing confidence and growing strength in the air, we shall defend our Island, whatever the cost may be, we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender (...)"

blogs SAPO