oalmirante @ 00:38

Seg, 30/05/11

Porto, 29 de Maio de 2011

 

Hoje, participei nas acções de campanha do PSD, no distrito do Porto, onde vi um PSD mobilizado e que inspirou o líder social-democrata para esta última semana. Foi convincente o apoio que os militantes deram a Pedro Passos Coelho em Penafiel, mas esmagador é a palavra que melhor classifica o comício na Afurada, com discursos que aqueceram o comício, como o de Aguiar-Branco e Luis Filipe Menezes, e um discurso coerente e sério de Pedro Passos Coelho.

Se já tinha dito que Pedro Passos Coelho estava a esforçar-se muito para perder estas eleições e a servir de escadote para Paulo Portas, agora tenho de admitir que a família social-democrata definiu um norte para o seu líder que agora ruma a S. Bento, ignorando as mentiras do PS de José Sócrates, e com muita vontade de MUDAR Portugal!

Se as sondagens se confirmarem, sem dúvida que iremos ter um excelente governo de coligação entre PSD e CDS/PP!




oalmirante @ 19:28

Dom, 22/05/11




oalmirante @ 16:58

Dom, 22/05/11

Porto, 22 de Maio de 2011

 

Só hoje consegui ver o debate entre José Sócrates e Pedro Passos Coelho, mas antes já tinha ouvido as críticas de alguns analistas políticos que davam conta da vitória de Pedro Passos Coelho, algo que muito me espantou tendo em conta os últimos debates, principalmente o frente-a-frente com Paulo Portas. Contudo, superou sem dúvida as minhas expectativas, conseguiu esvaziar José Sócrates de conteúdo, encaminhou os ataques ao programa do PSD para o nada que é o PS, e finalmente foram julgados os 6 anos de governação socialista.Este programa do PSD, encabeçado pelo seu líder, é o programa que Portugal precisa há mais de uma década, é a ruptura com esta política de esquerda que não é mais que uma mão cheia de nada. Os portugueses não votarão naqueles que dizem defender o Estado Social e ao mesmo tempo que aumentaram a carga fiscal, o desemprego, diminuíram as pensões, cortaram nas comparticipações dos medicamentos e burlaram os contribuintes ao certificarem, através do programa Novas Oportunidades, milhares de pessoas sem o mínimo de preparação.

Isto não foi nem será “Defender Portugal”! Foi deitar uma década ao lixo, e deixar pesadas facturas para os jovens de hoje pagarem nos próximos anos.

Se Pedro Passos Coelho se manter fiel ao seu programa e mantiver o carisma que teve frente a José Sócrates, depois do dia 5 de Junho Portugal será um país melhor!




oalmirante @ 01:12

Seg, 16/05/11




oalmirante @ 01:08

Seg, 16/05/11

Porto, 16 de Maio de 2011

 

Ontem, estive a ver o debate entre Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, através do site da TVI24, a performance de Paulo Portas já todos conhecemos, mas Pedro Passos Coelho continuava a ser um tabu, os debates televisivos entre ele e os ex-candidatos à presidência do partido não deram para retirar nenhuma conclusão definitiva. Conquanto, tivesse um adversário que na altura surpreendeu bastante pela positiva, como José Pedro Aguiar-Branco, e outro pela negativa, como Paulo Rangel, mas o debate apenas se fez entre estes dois candidatos, para Pedro Passos Coelho foi apenas uma passeata, o cacique estava assegurado. Agora, o cacique não ganha eleições, e Pedro Passos Coelho tem se esforçado imenso para perder estas eleições, e no debate com Paulo Portas não foi diferente, apenas igual a si mesmo, numa retórica insípida foi derrotado por Paulo Portas, com quem até tem bastantes pontos de convergência, por José Sócrates será claramente abalroado.

No entanto, não tenho dúvidas que do ponto de vista programático o PSD é o partido mais forte, contudo só isso não basta, é preciso acreditar nos portugueses e faze-los acreditar no partido, e isso leva tempo. Mesmo sabendo que Pedro Passos Coelho tem vindo a rodear-se de pessoas competentes, todos sabemos em que condição ganhou a presidência do partido, basta ver os principais concelhos em que ganhou (e o Porto não foi um deles, mas talvez do outro lado da ponte tenha tido um resultado esmagador). Assim, não é compreensível que o líder do PSD peça uma maioria aos portugueses, mesmo afirmando que vai pedir coligação ao CDS/PP (mas para quê, são assim tão amigos?).

Pelo contrário o CDS/PP tem desde o regresso de Paulo Portas tido uma coerência notável, construiu uma equipa competente, vê-se que existe trabalho naquela bancada parlamentar, ao contrário das restantes, pelo que tem sem dúvida merecido os votos dos portugueses. E para um militante de base, de um partido com bastante tradição autárquica, tem uma coisa muito importante e que Paulo Portas já sublinhou várias vezes, «Não tenho que prestar vassalagem a caciques».




oalmirante @ 15:34

Ter, 10/05/11

Ermesinde, 10 de Maio de 2010

 

Ultimamente, não tenho acompanhado a actualidade política, mas por motivos pessoais tenho acompanhado a recepção que as pessoas têm da campanha eleitoral. Nenhuma. As pessoas não estão minimamente preocupadas com as eleições legislativas, porque independentemente do vencedor das eleições, e das coligações pós-eleitorais, quem vai mandar no povo português são os credores. De pouco interessa “Defender Portugal” ou “Mudar Portugal”, os dois autores destes slogans são os responsáveis por estarmos na penúria.

O que seria mesmo urgente era fazer uma reforma séria aos partidos políticos, talvez uma refiliação e algumas alterações nos estatutos. Tudo medidas que visassem uma maior qualidade e participação mais independente dos militantes na vida politica. Embora, estas alterações devessem ser impostas pelo tempo, a conjuntura impõem que sejam agora.




oalmirante @ 12:17

Ter, 03/05/11

 

 

 



Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
31


Espiões
Radar
 
Vídeos

"We shall go on to the end, we shall fight in France, we shall fight on the seas and oceans, we shall fight with growing confidence and growing strength in the air, we shall defend our Island, whatever the cost may be, we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender (...)"

subscrever feeds
blogs SAPO